Índice glicêmico: você sabe o que realmente significa?

Boa tarde gente!!!!

Segunda-feira não teve post, mas já voltei com tudo. Não abandono esse meu cantinho de jeito nenhum!! haha E hoje tem novidade pra vocês, a minha nutricionista linda Camilla Faria vai ter um espaço aqui no blog pra falar sobre alguns temas que geram dúvidas quando o assunto é alimentação. Se vocês tiverem alguma curiosidade, ou algo que tenham vontade de perguntar é só deixar um comentário que vamos tentar sempre fazer posts de acordo com o que vocês querem saber.

 

Falei que ela é linda, não falei?!
Falei que ela é linda, não falei?!

 

Chega de blá blá blá e vamos ao que a Camillinha montou pra vocês hoje.

“Você sabe o que acontece com nosso organismo quando ingerimos alimentos de alto Índice Glicêmico (IG)? Sabe o que isso significa?!

Índice Glicêmio = é um indicador da velocidade com que o açúcar presente em um alimento alcança a corrente sanguínea

Quanto mais lentamente o açúcar cair na nossa corrente sanguínea melhor, pois menor quantidade de insulina é produzida pelo pâncreas, resultando em maior tempo de saciedade e menor risco de desenvolver diabetes e obesidade. Por isso, devemos sempre nos preocupar em diminuir o índice glicêmico e/ou a carga glicêmica das nossas refeições e para isso temos algumas estratégias.  As fibras, principalmente as solúveis (flocos de aveia, leguminosas como feijão e ervilha, entre outros), são ótimas aliadas. Elas formam um gel quando se misturam com a água ‘lentificando’ a absorção dos carboidratos.

 

Alimentos de baixo índice glicêmico
Alimentos de baixo índice glicêmico

 

Outra estratégia é o congelamento/aquecimento desses alimentos, esses processos fazem com que aumente o amido resistente (trata-se de uma forma de amido resultante da degradação do amido não absorvido pelo intestino delgado, assemelhando-se às fibras), resultando na diminuição da absorção do açúcar. E claro, combinar carboidrato com proteínas ou gorduras boas e diversificar sua refeição também são ótimas maneiras de diminuir o índice glicêmico.

 

Imagem retirada do google.
Imagem retirada do google.

 

Procure um nutricionista para inserir os alimentos de baixo I.G. na sua alimentação, na quantidade necessária e no horário adequado para você!”  Por Camilla Faria, formada em Nutrição na Universidade Federal de Juiz de Fora e pós-graduanda em Nutrição Esportiva Funcional na VPonline, Belo Horizonte.

E aí gente?! Gostaram? Deu pra entender melhor né?! Quanto mais a gente diminuir o índice glicêmico dos alimentos, mais saciados ficamos, consequentemente ajuda no emagrecimento. Também ajuda na diminuição do risco de diabetes, por conta da quantidade de insulina liberada. São muitas informações, então se alguém tiver alguma dúvida deixa aí nos comentários 😉

Amanhã volto com mais um post pra vocês.

Beijinhossss <3

Compartilhe:

 

Comentários: